10 dicas para jogar melhor no FIFA 18 – Saber defender, atacar, planejar seu esquema tático, tudo isso interfere diretamente nos seus resultados em “FIFA 18”. Para alcançar as ligas mais altas e jogar contra os melhores jogadores é preciso bastante treino e entendimento do jogo. Preparamos 10 dicas para ajudar a evitar erros comuns e se aprofundar em algumas questões técnicas que envolvem as disputas. Confira:

Artigo publicado por Daniel Esdras Do GameHall e postado no UOL JOGOS

1 – Não exagere na corrida

É comum e conhecido que, grande parte dos jogadores de “FIFA” passam a maior parte do tempo em que têm a posse de bola com o botão de corrida pressionado, o que é um grande erro. Esse comportamento influencia até mesmo na preferência por jogadores, onde no geral aqueles que têm maior velocidade e aceleração são os preferidos em várias posições.

O que se nota no competitivo e nos jogos de alto nível no FIFA Ultimate Team (FUT) no entanto é o contrário. Principalmente em áreas mais povoadas do campo, a corrida não só é desnecessária, como também atrapalha seu estilo de jogo. Enquanto seu jogador está em corrida, a mudança de direção é mais difícil, o que torna os botes dos zagueiros adversários mais eficientes. Seu controle sobre o jogador também sofre pois com a bola mais à frente, há uma demora para que seu último comando seja executado, o que mais uma vez facilita a vida do adversário.

Se você quer melhorar o seu jogo e se tornar mais imprevisível, use a corrida somente em momentos apropriados, onde haja bastante espaço livre e um objetivo claro.

2 – Não exagere no bote defensivo

Outra prática muito comum de jogadores iniciantes ou menos habilidosos é frequentemente apertar o botão de “tackle” (quando você segura o botão de tackle por alguns segundos) sem esperar um momento certo para tal. Quando seu jogador erra esse bote ele pode ficar até 1 segundo inteiro fora do seu controle, o que no “FIFA” é uma eternidade e vai facilitar muito a vida do adversário e te deixar frustrado com o jogo. Portanto sempre priorize posicionar seu defensor a frente do atacante adversário e só ataque se tiver certeza que pode recuperar a bola.

Para troca de jogadores mais eficiente, evite de usar o L1/LB e foque no analógico direito, onde não há influência da Inteligência Artificial (IA) do jogo.

3 – Aumente o realismo das partidas contra CPUs

Uma reclamação frequente, e com razão, é que a IA tanto dos jogadores do seu time quanto da CPU, não se comporta de forma realista e acaba por fazer pouquíssimas faltas ou ficar de forma muito apática em algumas situações, enquanto em outras eles decidem de forma equivocada agir da maneira mais rápida.

O que muita gente não sabe é que é possível configurar a IA do jogo para reagir da maneira que você achar mais legal através dos “Sliders”. Para configurá-los vá em “Personalizar”, depois em “Configurar Jogo” e por último em “Personalização de Jogo da CPU”. Neste menu existem diversas barras para configurar a IA, indo desde a frequência de passes corretos até a frequência de faltas cometidas.

4 – Troque muitos passes

Funciona tanto para jogos contra a IA quanto para jogos online. Evite ficar com a bola muito tempo nos pés de um só jogador. Sei o quanto é tentador partir para a jogada individual sempre que um Messi ou Cristiano Ronaldo pega na bola, mas a probabilidade dessa estratégia funcionar são baixas. Passes por outro lado abrem oportunidades e dificultam mais a vida dos marcadores adversários, portanto abuse deles, mesmo quando tiver sem ideias.

Uma dica aqui é sempre deixar o jogador que vai fazer o passe virado para a direção que você quer passar. É muito comum ver jogadores correndo rente a lateral do campo e pressionar rapidamente o passe para o meio antes de virar o jogador. Se você tem essa mania, saiba que o número de passes errados do seu time é mais que o desejado.

5 – Os melhores goleiros são aqueles com maior altura.

Desde “FIFA 17” que dois atributos definem os melhores goleiros, e não são os específicos da posição. Quando se procura um bom goleiro no jogo, os dois principais atributos a se atentar são: Massa Corporal (tamanho e peso) e  Força. Estranho? Mas é isso mesmo! A força aqui influencia todos os atributos de goleiro. O mesmo ocorre com sua envergadura, logo, mesmo goleiros com menores atributos diretos da posição, mas com grande número de pontos nos dois acima, vão se sair melhores nas tarefas debaixo das traves.

Costel Pantilimon, Michael Esser, Gianluigi Donnarumma, Asmir Begovic, dentre outros, estão entre os goleiros mais usados no nível alto do FUT hoje.

6 – Use LT/L2 para defender

Como dissemos na dica número 2, é importantíssimo que os botes sejam dados sempre nos momentos certos e na bola, para não cometer faltas. Para isso é muito importante que você utilize o LT no Xbox ou L2 no caso do controle do Playstation, para que seu jogador faça a base e se movimente com mais precisão em torno do atacante adversário. Durante quase todo o tempo em que estou defendendo, o LT/L2 permanece pressionado.

7 – Use o LT/L2 para atacar

Quando você tem a posse de bola, o LT/L2 serve para protegê-la com o corpo. Isso é útil em diversas ocasiões, como fazer o pivô na frente da área, por exemplo, ou proteger a bola de dois ou mais adversários próximos a lateral e até mesmo para virar o jogador para o lado desejado sem deixar a bola vulnerável. Treine e use sempre que necessário.

8 – Seja Versátil

Muitos jogadores se dedicam a aperfeiçoar um padrão de ataque e acabam por se tornar previsíveis. Uma coisa que é fato na série “FIFA” é que toda estratégia de ataque tem sua defesa. Portanto se você ficar muito bom em cruzamentos e jogadas de linha de fundo, mas não souber como atacar pelo meio, seu jogo pode ser facilmente anulado por bons defensores. Então pratique de tudo um pouco e tente variar seu estilo de ataque para conseguir surpreender seu adversário.

9 – Defender no “FIFA” é difícil, mas a formação ajuda

No “FIFA 18” ficou ainda mais difícil se defender. Os atacantes são rápidos, a defesa tática faz com que os botes na bola tenham que ser cada vez mais precisos e a IA as vezes parece não ajudar. Enquanto você não se acostuma com a nova forma de se defender, opte por formações que protejam a sua zaga nas primeiras semanas. Qualquer uma que possuir dois volantes plantados na frente da defesa vão facilitar muito a sua vida. Com o tempo você diversificando e colocando em prática formações mais ofensivas.

10 – Assista streamers profissionais

Eu indico isso em todos os guias que faço sobre jogos competitivos. É a melhor maneira de ganhar conhecimento sobre o jogo e ver em prática a tomada de decisão de um jogador de alto nível. Em determinados canais é até mesmo possível fazer perguntas que podem ser respondidas ao vivo. Portanto procure por algum streamer que você goste e o acompanhe regularmente.

Com essas 10 dicas você está pronto para dar um upgrade no seu jogo e alcançar novos patamares dentro do “FIFA 18”. E ai, o que achou? Não esqueça de deixar seu comentário aqui abaixo.